Receber por email!

O que procura?

Música Grega



  • A arte musical grega, deixou poucos exemplos registrados (cerca de 40 fragmentos), em diversas descrições e num sistema bastante desenvolvido, mas da música temos  menos relíquias, e suas características ainda permanecem no terreno da conjetura.
  • Tem- se registros que não havia uma forte associação de ética e música entre os romanos, sobre a largamente difundida presença de música em todas as ocasiões da vida, desde as manobras militares e grandes festivais, onde havia performances em larga escala que incluíam centenas de instrumentistas e usando instrumentos de enormes dimensões, como kitharas construídas do tamanho de carruagens, até o uso discreto e doméstico de instrumentos solo. Concursos musicais eram comuns e a educação em música era considerada um sinal de distinção social.



De origem grega, cítara (sitar, kithaar,qitara, kithara. kaithaar, cithara ou qhitara) é um instrumento de cordas que parece metade guitarra e metade harpa. Ele possui a estrutura do dorso da guitarra atual que lembra uma harpa por causa da disposição das cordas.

Muito comum na região da Ásia menor e os músicos que o tocavam eram chamados de citharedes. A sua caixa de madeira é composta por cavidades, lisas ou arqueadas, que fazem a ressonância do som.

A cítara era muito tocada em recitais, rapsódias, odes e músicas eruditas, mas também era encontrada em banquetes da alta sociedade. Diz a lenda que as ninfas dançavam ao som deste instrumento e deve ser por isso que foi incorporado à dança do ventre.