Receber por email!

O que procura?

Hugo Pena e Gabriel - Bem aos olhos da lua

Bem aos olhos da lua, resolvi te amar
uma estrela sorriu atoa, ao me ver te beijar.
Percebi que o silêncio fala pela emoção
uma estrada só é deserta, aonde não há paixão.
Abrace meu corpo inteiro, deixe a brisa passar
nós não vamos pedir carona, enquanto o sol não chegar.
Nessa estrada nenhum caminho vai poder nos levar
passarinho só constroi o ninho, onde puder amar.
E quem nunca parou, numa estrada (pra quê, pra quê, pra quê)pra fazer amor demadrugada, ou nunca ouviu o sol dizer pra lua, que ela brilha tanto porque apaixonada.
Percebi que o silêncio fala pela emoção
uma estrada só é deserta, aonde não há paixão.
Abrace meu corpo inteiro, deixe a brisa passar
nós não vamos pedir carona, enquanto o sol não chegar.
Nessa estrada nenhum caminho vai poder nos levar
passarinho só constroi o ninho, onde puder amar.
E quem nunca parou, numa estrada (pra quê?)pra fazer amor de madrugada, ou nunca ouviu o sol dizer pra lua, que ela brilha tanto porque apaixonada.